​O ano ​já ​começou no corre com a edição de Janeiro/Fevereiro da revista O2 (ed.152)​. o artigo principal fez uma homenagem ao corpo humano, nossa máquina de correr e eu fui um dos atletas selecionados para ilustrar a matéria.

Apareci na matéria de capa participando de um ensaio inédito no Brasil com 12 corredores, profissionais e amadores, totalmente nus, para mostrar como o corpo é uma máquina perfeita de correr.

A revista é uma das maiores do mercado de esporte no país. Vale muito a pena comprar a edição para recortar minha foto e colocar na parede (:P)​. e, para quem quer melhorar ainda a performance na corrida tem também ​planilhas de treino que ajudam a sair do sofá, dar suas primeiras passadas e adaptar o corpo ao esporte​ -​ para encarar a sua primeira prova oficial ainda no primeiro semestre. Corra​ para​ adquirir a sua!

POLDOLONGO-REVISTA-O2-EDICAO-CORPO-NUDES

Abaixo estão as perguntas que eu respondi para que a Revista o2 pudesse desenvolver o texto da matéria. São perguntas que ​comparam ​o corpo com m​á​quinas e animais. Eu fui longe nas respostas​, confere aí e ​responde nos comentários o que você também pensa ​sobre o seu corpo.

PARA COMPRAR A SUA EDIÇÃO DA REVISTA O2, VÁ ATÉ BANCAS ESPECIALIZADAS, PERTO DE PARQUES OU NESSAS GRANDES LIVRARIAS.

1-Seu corpo de corredor pode ser comparado a algum tipo de máquina? Qual?
Por quê?

Gosto de me comparar com um tanque de guerra. Por que é uma maquina que
apesar de grande pode passar por qualquer lugar, mesmo que se for
necessário passar por cima.

2-Que características de máquina de corrida seu corpo possui?

A musculação fez eu ter músculos para que minha carcaça seja grande. A
corrida fez eu adquirir agilidade conseguindo passar por todos os tipos de
terrenos, pular obstáculos e passando por lugares que nenhum objeto grande
passaria.

3-Consegue comparar alguns músculos e órgãos de seu corpo aos elementos da
máquina que escolheu, ou de um carro de corrida?

Mais braços são os parachoques para abrir caminho. As pernas são os pneus
para conseguir sair do lugar. Meu coração é o motor que bombeia a energia
para que a máquina possa de mover. Meu cérebro é o volante para conduzir
na direção correta, pois de nada adianta ter todas os elementos de uma
máquina poderosa se a direção que esta força é aplicada for a errada.

4-Um corredor pode ser comparado a um profissional do seu próprio corpo?
Com qual profissional vc se compararia nesse sentido: piloto de corrida,
engenheiro, arquiteto etc? Explique sua escolha.

Um corredor é o piloto que controla a máquina mais utilizada da
humanidade. Todos nós temos corpos compostos de sangue, músculos e
diversos órgãos, mas nem todos cuidam e utilizam esta máquina da melhor
maneira. Quando vejo uma pessoa sedentária vejo um piloto aposentado.

Quando você percebe que treinar, tanto malhar quanto correr, é a melhor
coisa que pode ser feita para sua vida, eles vão perceber que estão
valorizando o única bem que vai ser seu para sempre. Carros nós trocamos,
casa nós trocamos, mas nossos corpos serão para sempre nossos. Saber
cuidar dele é ter por um maior tempo ao seu lado a ferramenta que vai lhe
possibilitar atingir metas maiores e distancias mais longas.

5-O que é mais difícil e penoso na construção dos músculos e outras
condições físicas de seu corpo-máquina de corrida? Onde sofre mais? Na
sala de musculação, no terreno onde corre ou em algum outro tipo de
treinamento que faz?

Todo esforço é penoso, são esforços diferentes. Saber equilibrar os dois
torna a brincadeira mais complexa e difícil ainda. Ambos os momentos vão
depender 100% da sua dedicação, disciplina e comprometimento para atingir
os resultados.

Na academia é mais frustrante os primeiros anos, onde parece que o
resultado nunca chega. Mas quando começa a aparecer é muito recompensante
ao ponto de quando começa aparecer os músculos esta se torna a maior
motivação, pois você vê que muitos anos de esforço teve resultado. O
problema é se viciar nessa construção muscular pois a maioria quando
começa a ficar forte não repara a mudança e quer sempre ficar maior.

Na corrida é meio que o contrário. Se você colocar metas menores como por
exemplo correr uma volta no parque, você atinge rápido, e vai aumentando
as distâncias, com o tempo você quer abaixar o seu tempo. O problema é
quando você estagna o seu desempenho. Para correr mais longe ou correr
mais rápido é necessário você se comprometer de modo intenso.

Eu sem perceber fiz a coisa que hoje considero o melhor. Todos os esportes
de alto rendimento precisam de músculos, músculos são também uma forma de
evitar lesão e ter estabilidade no movimento. Muitos corredores se
machucam pois não tiveram uma base na musculação. Eu comecei a correr
depois de ter mais de 8 anos de academia, este fator fez com que eu me
lesionasse pouco e já tendo um auto conhecimento muscular para poder
aplicar a força dos músculos na corrida. É complicado você querer correr
mais forte quando você não tem músculos para isso.

6-Quais são seus “músculos-xodó”, com os quais mais se preocupa em
deixá-los fortes e bem treinados para ter sucesso com sua máquina de
correr?

Como toda pessoa do signo de Sagitário eu tenho como meus músculos-xodó as
pernas. Deve ser talvez meu lado animal aflorado, mas são os músculos que
as pessoas que treinam muito em academia não gostam de treinar. Muitos
acabam ficando com a parte de cima do porto gigante e as coxas e
panturrilhas pequenas, de modo que fique desproporcional a composição do
corpo.

Mas eu sempre gostei de treinar todos os músculos, quando mais jovem eu
era bem baixo, a academia foi minha escolha para aumentar minha auto
estima. Os outros músculos que gosto são os do abdome, pois para quem
gosta de treinar são os músculos mais difícil de conseguir, então é como
se fosse o termômetro o seu resultado, se você esta bem no abdome, o resto
com certeza estarão.

7-Qual o papel da mente desse corpo perfeito para correr?

O maior papel que você pode imaginar, na corrida se você não tiver bem com
a sua cabeça, você vai querer parar logo no começo da corrida. Hoje em dia
no grupo de corrida e entre meus amigos que querem começar a correr, todos
citam a dificuldade de entender o porque da corrida. O desafio mental de
correr sem ter uma direção definida, de colocar seu corpo em movimento de
modo completo, é muito difícil. Nosso maior traiçoeiro sempre será nossa
mente, é ela que lota sua cabeça com sensações de dores por todo o corpo,
é ela que faz você se questionar dos porquês de se colocar em esforços tão
intensos e é ela que lota sua cabeça de problemas da nossa vida como
trabalho, relacionamento e o estresse. Sem conseguir eliminar todos estes
problemas da nossa mente você não vai conseguir atingir o máximo do
rendimento dos seus músculos. Assim como na meditação a mente tenta sempre
nos atrapalhar para estar total controle dos sentimentos, uma vez uma
monja falou que assim como na meditação a corrida é um exercício de
controlar a mente.

8-Consegue ver em seu corpo semelhanças com o corpo de algum animal
selvagem? Qual? Explique.

Um leopardo ou um cavalo. O leopardo quando tem como objetivo pegar uma
presa ele se coloca em velocidades extremas para alcançar o alimento, me
associo com ele quando desejo abaixar meu tempo em provas ou chegar
próximo de um adversário em uma competição. O cavalo por sua vez tem a
humildade de aceitar outro ser sobre suas costas e leva-lo a lugares que
sem ele seria impossível, assim me vejo quando estou ajudando um amigo em
um treino ou corrida, onde sei que minhas palavras de motivação e minha
companhia vão ajudar a ambos chegar bem no final.

9-Fora o trabalho muscular e cardiovascular, quais os outros combustíveis
essenciais para o bom funcionamento de sua máquina de corrida pessoal?

Outro combustível fundamental para o bom funcionamento do corpo é a
alimentação. Na verdade ela vai sempre ser a base para o resultado, tanto
quanto no momento de construção muscular onde é necessário ter uma
alimentação específica para ganho de massa, quanto no momento onde você
vai fazer uma prova longa e é necessário abastecer o seu corpo
periodicamente para manter a energia em alta e não perder a performance.
No meu caso eu também conto com o fator espiritual, gosto de estar sempre
em um estado positivo para que possa encarar da melhor maneira os
desafios.

10-Que corpo de atleta conhecido(a) mais admira (não necessariamente
corredor)? Por quê?

Não gosto de admirar corpos de outras pessoas, sinto que desta maneira eu
estaria insatisfeito com o corpo que tenho. Agradeço sempre a condição que
me encontro e busco sempre me aprimorar tanto muscular como mental ou
espiritual. Mas costumo seguir diversos atletas pelo Instagram e Snapchat
para me aproximar da sua rotina e conhecer os lugares onde costumam
treinar, de alguns acompanho o canal do youtube onde adquiro dicas de
treinamento também.